«A Sombra Negra e o Enigma da Princesa»

Em 2007 os jovens de hoje de Tamera, à data com idades compreendidas entre os 10 e os 12 anos, participaram pela primeira vez na Peregrinação GRACE para a Paz em Israel na Palestina. Ficaram de tal maneira afetados pela situação das pessoas e sobretudo das crianças na Palestina que, com grande empenho, queriam dar o seu contributo ao mundo. Tinham o sonho de percorrer o mundo com uma peça de teatro. Daí resultou um projeto de teatro escolar em comum. Os jovens atores colocaram as suas questões políticas a professores e empenhados militantes pela paz de todo o mundo, assumindo a responsabilidade pelo trabalho em todas as questões de organização. A motivação era muito elevada, era o «seu» projeto enquanto ação de apoio às crianças e jovens do mundo.
 
Maria Kessler (10 anos à data, representou o papel principal de princesa):
«A sombra negra é o símbolo da indiferença das pessoas. Esta indiferença é alimentada pela sombra negra e acaba por petrificar as pessoas. A princesa é a única que não fica petrificada, porque o seu coração ainda não se fechou. Quer salvar a sua família e todos os outros. Nesta viagem, ela descobre o que na realidade se passa no mundo e que até então desconhecia. Fica a saber que há crianças que são obrigadas a trabalhar em fábricas, que há crianças-soldado, que há crianças refugiadas. No final, juntamente com as outras crianças, tem a ideia de escrever uma peça de teatro, onde possam mostrar ao mundo inteiro o que se passa com as crianças e aquilo que elas desejam. E isto já somos nós próprias – queremos mostrar o que acontece às crianças no mundo e qual é o nosso sonho. O nosso sonho é que toda a gente possa viver numa atmosfera de confiança. Quando se confia, deixa de haver lugar para a mentira. Quando se deixa de mentir, pode-se viver em conjunto e em paz.»

«Teatro La Candelaria» em Bogotá, 09.11.2010

A peça teatral é exibida em língua espanhola por um grupo internacional de jovens. A peça toca os corações dos espetadores. No palco representam jovens e crianças colombianos da aldeia para a paz «Comunidad de Paz de San José de Apartadó» juntamente com o grupo de jovens da escola de Tamera.


Naila von Mendelssohn (15 anos):
«A peça de teatro foi um processo comunitário verdadeiramente fortalecedor e empolgante, porque nos apercebemos de que não nos podíamos limitar a estar em palco com os nossos amigos se alguma coisa entre nós não estivesse bem.
Não podíamos chegar ao palco e dizer: ‹Bom, nós agora somos um grupo que quer mudar o mundo›. Isso não passaria a ideia de autenticidade. Apercebemo-nos de que tínhamos de estar em harmonia e de acordo relativamente ao que realmente queríamos fazer e ao que levaríamos a cena, de modo a que tocasse o coração das pessoas e para que não tentássemos de alguma forma apenas vender ou representar o que quer que fosse.»
 


Cronologia: 

 

  • 2007 – Participação das crianças na Peregrinação GRACE para a Paz em Israel/Palestina
  • Maio de 2008 – Estreia em Tamera (Portugal) em língua alemã
  • Setembro de 2008 – Tournée teatral pela Alemanha e pela Suíça
  • Fevereiro de 2009 – Projeto fílmico, gravações de vídeo e produção de DVD do teatro em língua inglesa
  • Abril de 2009 – Estreia em língua portuguesa; Conferência para a Paz na Época Pascal; Convidado especial: Patch Adams.
  • Julho de 2009 – Estreia em língua inglesa; Universidade de Verão Internacional de Tamera «Criação de modelos para um futuro sem guerra»
  • Outono de 2009 – Tournée teatral por Portugal; No âmbito da Peregrinação GRACE pela Paz
  • Setembro de 2010 – Estreia em língua espanhola em Bogotá (Colômbia); Tournée teatral pela Colômbia em conjunto com jovens da Comunidade para a Paz «San José de Apartadó», no âmbito da Peregrinação GRACE – Representações em escolas e teatros
  • Primavera de 2010 - os jovens transmitiram a peça de teatro às crianças mais novas, ensaiando-a em conjunto
  • Agosto de 2010 – primeira exibição das crianças em língua alemã sob a direção dos jovens.